Pregação – Como ouvir Deus nestes tempos de Coronavírus | Gênesis 50.20

“Vocês, na verdade, planejaram o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem, para fazer, como estão vendo agora, que se conserve a vida de muita gente”.

Gênesis 50.20
Início da mensagem em 8min 40seg.

A pandemia do Coronavírus tomou várias proporções. Inúmeras pessoas na internet se posicionam questionando, e alguns até afirmando, se esta crise global não foi, na verdade, premeditada, como uma disputa de poder político e econômico entre os poderosos deste mundo.

Algumas pessoas escreveram em colunas e redes sócias, chamando esta pandemia de terceira guerra mundial, seja em nível de microbiologia, seja como impacto financeiro de uma guerra em nível global (Links no final).

Uma pergunta sincera que pode surgir no coração das pessoas é: “Como Deus vai agir numa situação como essa?”.

A Bíblia revela Deus. Ele não muda nem se aperfeiçoa, pois é perfeito e Ele sempre é o mesmo em todas as situações.

Assim, nem sempre sabemos o que Ele vai fazer diante dos desafios, isso a Bíblia não diz, porém, conhecendo cada vez mais do caráter de Deus, por intermédio da ação do Espírito Santo na exposição das Escrituras, podemos confiar muito além de estratégias, mas, na Pessoa de Deus.

Os governos estão em conflito, no Brasil até sem agirem em harmonia, sobretudo pelo jogo político e muita gente de olho nas eleições presidenciais de 2022. Mas, mesmo quando estão de acordo, os homens confiam em estratégias.

De fato estratégias são necessárias para alcançar objetivos, como, por exemplo, trazer soluções a problemas como esta pandemia, tanto para nossa saúde quanto para a economia.

Mas, a Bíblia os orienta a dar um passo ainda acima disso, confiando na Pessoa de Deus, conforme Ele e Seu caráter são revelados nas Escrituras, está é a verdade segura para você alimentar sua fé e colocar sua esperança neste momento.

Vamos ver como Deus age e como é o Seu padrão em crises mundiais. Uma ação global não é difícil para Deus, em Sua providência Ele tem guardado a terra por todo o tempo em que ela foi criada, poupando-a do Seu próprio juízo, até o tempo devido.

“Vocês, na verdade, planejaram o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem, para fazer, como estão vendo agora, que se conserve a vida de muita gente” (Gênesis 50.20).

Esse versículo é quase o desfecho final da história de José no Egito. José, um dos 12 filhos de Jacó, que dariam seus nomes e descendência às 12 tribos de Israel, e à linhagem messiânica, havia sido vendido como escravo por seus irmãos, por pura intriga e inveja.  

Não bastasse este dissabor, ele enfrentou falsas acusações de cunho moral, prisão e ingratidão das pessoas que encontrou em sua frente. Todavia, ao longo de toda a história, nós vemos a mão de Deus tornando o mal em bem em todos os momentos – e não somente no desfecho final da história.

Isso é importante perceber no texto bíblico, pois revela que, quando Deus tem um propósito maior, mesmo que desconhecido por nós, como era o caso de José, que tinha recebido um sonho da parte de Deus. Os sonhos era uma das formas de Deus falar normativamente no passado com as pessoas, hoje, segundo o livro de Hebreus, Ele nos fala por meio do Seu Filho e esta comunicação, segundo Jesus, se dá através do envio do Espírito Santo que nos lembraria e nos guiaria em toda a Verdade. De fato, o Espírito fez uma grande obra de inspiração dos textos sagrados no passado e na era apostólica, tudo confirmado com ações sobrenaturais de Deus e hoje, habitando os corações dos que creram, fala conosco normativamente através da Sua Palavra. Claro que Deus pode falar de todas as formas sempre, mas a Verdade das Escrituras é que os homens foram abençoados, e a maneira normativa agora é diretamente do Espírito Santo por meio da Palavra, seja pregada, lida ou estudada.

Esse esclarecimento se faz necessário, pois, neste tempo de pandemia, já estão circulando “revelações de Deus” no WhatsApp, e as pessoas precisam cuidar, pois, muitas das tais “profecias” que já foram feitas sobre “as nações”, inclusive a nossa, não se cumpriram, indicando que era falso o profeta ou profetiza.

Para que não fique em minhas palavras, vamos ler Hebreus 1.1-2. De maneira que ouvir a exposição da Palavra e ouvir o Espírito Santo por meio da Bíblia, que é Sagrada e a revelação final de Deus à humanidade é uma experiência sobrenatural ainda maior do que ouvir o profeta Isaías nos tempos do Antigo Testamento. Portanto, mantenhamos nossas mentes naquilo que o Espírito Santo revelou e hoje ilumina em nossa experiência de fé, no coração e na mente do cristão.

Voltando a José, vemos que Deus foi, passo a passo, transformando o mal em bem na vida dele, até chegar a concluir o que alvo maior, que era conservar a vida de muita gente, garantindo assim, também, a vinda de Cristo e a consumação dos planos do Evangelho, que é a metanarrativa ainda maior da Bíblia, o plano de salvação.

Na minha vida e na sua vida, Deus é o mesmo e é assim que as coisas vão acontecendo, nas simples coisas da vida, mesmo em meio a um caos, como foi a fome que viria sobre o Egito, e de fato veio. No tempo certo, Deus mostrou que tinha pessoas e estratégias definidas para como agir naquele tempo.

Não pense apenas numa solução única, final e duradoura para este tempo da pandemia. Observe as pequenas coisas, mesmo no seu isolamento em casa, que Deus está transformando em bem. Concorda com esse pensamento a Verdade revelada em Romanos 8:28: “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”. O contexto são fraquezas e desafios.

José foi vendido como escravo, mas Deus o fez ir para o lugar certo e ter uma boa posição.

José foi acusado de um ato imoral inaceitável, inocentemente, por ser cobiçado pela mulher do seu senhor e foi mandado para a cadeia. Deus fez com que ele alcançasse o favor do carcereiro e tornou-se o administrador do local.

José foi esquecido, mesmo pedindo ajuda, pelos servos de Faraó que estiveram com eles na prisão por um tempo, a quem revelou seus sonhos, sendo um deles a restauração de seu cargo. Mas Deus mandou chamar José na prisão para ocupar o cargo de um primeiro ministro na nação.

Todas as coisas cooperaram para o bem de José. Sempre que os homens tramaram o mal, Deus já tinha planejado o bem.

Em Gênesis 50.20 é interessante que José usa a mesma palavra aramaica duas vezes neste versículo. Nossas Bíblias em Português traduzem assim:

“Vocês, na verdade, planejaram o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem, para fazer, como estão vendo agora, que se conserve a vida de muita gente” (Gênesis 50.20).

Mas, original, a palavra é a mesma. A tradução não está errada, ela foi assim feita para dar aos leitores do nosso idioma um entendimento melhor, e é possível ser feita assim.

Todavia, um entendimento mais profundo das Sagradas Escrituras vem ao entendermos mais a fundo o sentido da palavra.

A ideia básica dela é o emprego na atividade de pensar, no planejamento, nas intenções, objetivos.

O que a Palavra de Deus nos diz aqui é que, mesmo que os homens planejem, arquitetem, intentem planos malignos, Deus SEMPRE tem um planejamento, um intento acima do ser humano.

Independente do que planejem, os homens sempre serão surpreendidos com a verdade de que, queiram ou não, estarão, no final, submissos a Deus.

Isso foi uma verdade na vida dos irmãos de José, de seu antigo senhor e sua esposa que dependeu dos planos de Deus na vida de José para sobreviver também. Na vida de Faraó, senhor do Egito.

A verdade é que, por fim, todos estão submissos à soberania de Deus.

De modo que, mesmo se esta pandemia tenha sido planejada pelos homens, Deus tem um plano soberano maior acima disso e vai executar na vida daqueles que creem em Seu Filho Jesus Cristo, pouco a pouco, fazendo com que os pequenos incômodos que esta crise possa causar sempre concorram para o nosso bem.

Deus tem o controle absoluto de todas as coisas, mesmo quando parece que elas darão errado, como foi na vida de José. Se fosse para confiar nas circunstâncias José tinha 100% de garantia de que nada estava a seu favor e que o grande resultado de sua vida seria, por fim, morrer em uma cadeia. Mas de lá foi tirado pela mão soberana de Deus, que sempre fez com que tudo coopere para o bem daqueles que O amam. E vemos o quando José amava a Deus, guardando fidelidade a Ele, Seus valores e propósitos em todas as suas escolhas.

José não tinha igreja, pastor, sinagoga, templo, rabino, irmãos, nada, para vigiá-lo. Estava numa terra estrangeira, onde ninguém acharia errado ele viver valores diferentes dos divinos. Mas, Ele amou a Deus em todo o tempo e em todas as adversidades.

Neste tempo de Coronavírus e preocupações com sua saúde, família e finanças, que são legítimas, uma preocupação precisa ocupar mais a sua mente e ser o alvo da meditação do seu coração: o amor a Deus, expresso em forma de fidelidade.

Entre os que têm esperança em Deus, conforme Ele nos é apresentado e revelado na Palavra, o resultado será diferente, mesmo que tenhamos que passar pelas mesmas provações que as pessoas neste tempo de luta contra o coronavírus e sua doença, a Covid-19.

Sigamos o exemplo de fidelidade ao Senhor que José viveu. Deixemos a confiança em Sua Pessoa, que nos mostra na história de José que tem pessoas e estratégias para o controle de todas as coisas. Mesmo que não conheçamos (e talvez seria mais fácil confiar se soubéssemos as estratégias, mas aí não seria fé), conhecemos a Deus mais e mais, aprofundando nosso entendimento da Palavra de Deus.

Na Bíblia vemos que os homens planejaram uma coisa, mas Deus planejou outra. E o propósito que prevaleceu foi o do Senhor.

Cuide-se com os cuidados já conhecidos, em especial os idosos. Uma dica do meu médico: além dos cuidados para evitar a contaminação é ainda mais importante manter sua imunidade alta, para isso, consuma vitamina “C”, e o limão é uma excelente fonte.

Mas, sobretudo, alimente sua fé e de seus irmãos com a Verdade (exposição bíblica). A Bíblia é suficiente para isso.

Deus tem o controle cotidiano e final de toda essa pandemia, seja aqui na terra ou no céu, para aqueles que entregaram sua vida ao Senhor Jesus.

E, se você ainda não entregou, hoje é tempo de fazer isso, acesse: https://batistabetel.org/evangelho/.

Deus nos oriente e nos ajude, em Nome de Jesus, amém.

Pr. Leandro Hüttl
E-mail: prleandro.hd@gmail.com

Citações:

https://emais.estadao.com.br/noticias/gente,estamos-vivendo-a-terceira-guerra-mundial-silenciosa-diz-henrique-fogaca-sobre-coronavirus,70003244376

https://www.dinheirovivo.pt/economia/acap-impacto-na-economia-e-como-uma-terceira-guerra-mundial/

https://www.uai.com.br/app/noticia/saude/colunistas/alexandre-rattes/2020/03/12/noticias-saude,256654/coronavirus-e-como-uma-terceira-guerra-mundial-na-microbiologia.shtml

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close